sábado, 6 de novembro de 2010

DISCURSO DE ROUSSEAU

Não há ser mais suave que o homem no seu estado primitivo,
quando, situado pela natureza a distância igual da estupidez dos
brutos e das luzes funestas do homem civilizado,[...] lhe é impe-
dido, pela piedade natural, de fazer ele próprio mal a alguém...
mesmo no caso de o ter sofrido.»


JEAN-JACQUES ROUSSEAU

4 comentários:

Anônimo disse...

Sábio.;)

Bj

Cléo O.

Daniel Costa disse...

Carmela

Belo dircurso em pensamento, de Rousseau. Estes pequenos textos, sempre me agradam, pelo quanto de sabedoria encerram.
Beijos

Lúcia Leme disse...

Sábio mesmo.

Bjos

lita duarte disse...

Carmela, lá no meu blog tem um selo p/ você.

Beijos.